A nossa
empresa

Os nossos
produtos

Onde
comprar

Eventos
Workshops

Informações
receitas e links

Visite-nos
ou contacte-nos


Informações úteis
Receitas
Links para Sites

 

Informações, artigos e pesquisas


" - A máxima saúde através de comidas nutritivas e dos Super Alimentos


Um bom começo para saber como curar o corpo, atingir uma saúde óptima e libertar-se de doenças crónicas é compreender como o corpo funciona a nível celular.
As células requerem comida e ar para a produção de energia e precisam de um mecanismo para expelir as toxinas criadas pelo próprio metabolismo de criação de energia. Todas as células trabalham da mesma forma, não importa se é uma célula do cérebro, pele ou do pâncreas. O bom funcionamento do processo de metabolismo das células é essencial para a eficaz comunicação entre as células e também para a complexa interacção entre o próprio metabolismo celular e o sistema imunitário. Inúmeros estudos médicos e biológicos levados a cabo ao longo de anos de pesquisas nesta área têm considerado esse bom funcionamento como um dos pilares da saúde.
A membrana celular na parte exterior das células desempenha um papel importante da comunicação entre as células e no seu funcionamento.
A membrana celular faz a ligação entre as células e o seu meio ambiente. Isto implica também que a célula está totalmente dependente do seu meio ambiente no corpo. O ambiente no corpo é criado pela maneira como vivemos.
As comidas pobres, a poluição do ar e da água, maus relacionamentos, emoções negativas, traumas etc., provocam ambientes tóxicos que comprometem o bom funcionamento da membrana celular e das células.
A membrana celular é feita de açúcares, proteínas e gorduras. A alimentação fornece-nos o combustível para o funcionamento das células e também as moléculas para a formação da estrutura celular.
Uma alimentação deficiente pode resultar em danos celulares e em doenças, assim uma boa alimentação é essencial para uma óptima saúde. Nas escolhas alimentares somos responsáveis pela nossa saúde, capacidade de cura e de prevenção de doenças. Devemos escolher as proteínas, gorduras e açúcares correctos para não comprometer o bom funcionamento da membrana celular e das células, caso contrario a célula não produzirá energia correctamente e manifestam-se doenças no corpo. Ao ter isto em conta na escolha da nossa alimentação podemos melhorar a nossa saúde.


Quais são as comidas que prejudicam as células e causam doenças?
Existem alguns alimentos de que nos devemos manter afastados se queremos preservar a saúde. Variadas e diferentes dietas como a macrobiótica, a dieta mediterrânica e a crudívura, excluem os seguintes alimentos que danificam as células e prejudicam a saúde.

Açúcares refinados – Açúcar Branco, amarelo e castanho que são tóxicos para a membrana celular. Ao observar as células após a ingestão de açúcar refinado, observa-se que estas estão desligadas e que a membrana celular fica inflamada devido à falta de micro nutrientes destas comidas e que são necessários para parar a combustão e neutralizar o processo de oxidação produzido pelo próprio metabolismo celular e pelas toxinas presentes no ambiente, se comer-mos açúcares refinados a membrana celular começa também a oxidar. Portanto se não quiser que o seu veículo envelheça depressa mantenha-o afastado dessas comidas, e também ainda porque as células cancerígenas alimentam-se de açúcares.

Hidratos de Carbono processados – Estes alimentos têm uma quantidade muito baixa de nutrientes e uma completa falta dos minerais que são necessários para a sua absorção e digestão. Como acontece ao ingerir açúcar refinado ao ingerir estes alimentos o corpo será esgotado das suas reservas de minerais essenciais e vitaminas como cálcio, magnésio e vitamina B que são essenciais para manter o sistema imunitário, a mente, as emoções e todo o corpo saudável. Hidratos de carbono processados também criam problemas nos intestinos que resultam em toxinas e dificuldades na absorção de nutrientes. Exemplos de hidratos de carbono processados são; massa, pizza, pão, bolachas, bolos, biscoitos, etc.

Gorduras saturadas e gorduras trans – Está provado que o consumo de gorduras saturadas e gorduras trans está associado ao aparecimento de cancro, doenças cardíacas e ao colesterol elevado, o que mostra que estas gorduras são prejudiciais à saúde. Exemplos de gorduras saturadas e gorduras trans são; as comidas animais, lacticínios, comidas processadas e comidas fritas a altas temperaturas.

Comidas processadas – Comidas que são processadas carecem de falta de vitalidade e dos nutrientes importantes, contêm químicos, adoçantes artificiais, corantes prejudiciais, gorduras perigosas e são sempre muito pobres em nutrientes naturais e assimiláveis. Este tipo de comida é responsável por originar doenças como alergias, obesidade, depressão, transtorno do défice de atenção com hiperactividade (TDAH), cancro etc. O nosso corpo e o planeta estão mais a salvo se evitarmos ingerir estas comidas. Exemplos de comidas processadas são; bolachas, biscoitos, pão, refeições prontas embaladas, doces e compotas, salsichas, pastelaria, batatas fritas, refrigerantes e sodas, produtos lácteos pasteurizados, etc.


Quais são as comidas que contribuem para o bom funcionamento das células e melhoram a saúde?
As células dependem da energia que recebem directa e indirectamente do sol. A luz solar é essencial ao corpo e é recomendável receber diariamente luz solar directamente no corpo. Em comidas sólidas a melhor forma de energia encontra-se disponível nas plantas pois são uma forma indirecta de energia solar através da foto síntese que realizam. As plantas estão cheias de vitaminas, enzimas, proteínas, minerais, água e importantes fitonutrientes que são necessários para uma boa saúde. A carne é uma fonte secundária de energia, os animais comem erva e plantas para obterem energia e ao alimentarmo-nos de carne estamos a receber energia de uma forma secundária já com menos nutrientes, menos energia vital, menos minerais e muitas vezes ainda com hormonas de crescimento e químicos provenientes das rações dos animais.
A melhor opção para alimentação à base de plantas são as frutas e vegetais biológicos, frutos secos, sementes, cereais inteiros, feijões e leguminosas. É importante comer quantidades suficientes de vegetais e folhas verdes às refeições, que podem ser comidas cruas ou aquecidas. Se optar por comer carne, ovos e produtos lácteos estes deverão ser de origem biológica, peixe de preferência proveniente do mar e os produtos lácteos de preferência de origem de cabra e de ovelha.
Estudos efectuados aos povos com maiores níveis de saúde e longevidade do planeta observaram que as suas dietas se baseiam maioritariamente numa base vegetariana biológica, comida crua e só muito esporadicamente em algumas alturas do ano carne selvagem ou biológica.

Super Alimentos - A medicina do futuro
Os super alimentos são dos alimentos mais extraordinários existentes no planeta. Com quantidades bastante elevadas de minerais, vitaminas, enzimas e fitonutrientes eles disponibilizam suplementos alimentares que são facilmente absorvidos e que chegam rapidamente à corrente sanguínea. O consumo diário destes alimentos que ajudam o sistema imunitário e fornecem às células os seus nutrientes; açúcar, gordura e proteína numa forma saudável facilmente absorvida pelo corpo. Eles são tão ricos em nutrientes que muito pequenas doses são o suficiente para as necessidades do corpo. Ao adicionarmos super alimentos na nossa alimentação podemos aumentar a nossa energia, criar clareza mental e ajudar o bem-estar geral do corpo.
Alguns dos super alimentos mais recomendados são; Espirulina e Clorela – Estas são super algas com os mais altos níveis de proteína conhecidos, fortalecedoras do sistema imunitário, com propriedades anti-inflamatórias e com altas quantidades de ácidos gordos essenciais e minerais. Óleo de semente de Cânhamo – Uma fonte de proteína completa com níveis ideais dos ácidos gordos essenciais, os ómegas 3, 6 e 9. Bagas Goji e bagas Inca; São pequenas bagas vermelhas e alaranjadas muito ricas em antioxidantes, vitaminas e proteínas e também uma boa fonte natural de açúcar para as células. Maca e Suma – Desenvolvimento dos músculos e regeneração das células, são dois pós energizantes e fortalecedores com propriedades anti-cancerígenas e que equilibram o sistema hormonal. Camu Camu e Amla – As maiores fontes naturais de vitamina C no planeta, elevadas quantidades de anti-oxidantes, propriedades anti-bacteriais e anti-virais.

(Para mais informações consulte a secção "Os nossos produtos" ou Clique aqui)


- A saúde é o estado natural do corpo. Mas como temos constatado o corpo não é uma máquina que possa realizar o seu trabalho bem se lhe dermos o combustível errado. Pode trabalhar com combustível secundário por algum tempo, mas se os nutrientes correctos não estiverem presentes e as circunstancias do ambiente não o preservarem o mais provável é que as células venham a ficar doentes, fracas e morram.

- Pudemos fazer um favor a nós próprios, à nossa família e ao planeta que é tornar-nos responsáveis pela nossa saúde, ao escolhermos comida biológica, nutritiva e apropriada para as células do nosso corpo e não só a comida que tenha um aspecto tentador e saboroso. Use também super alimentos pois são os melhores suplementos naturais e que têm propriedades naturais que combatem e previnem doenças, e reduza ou elimine da sua dieta e ingestão de comidas processadas.

- Escute o corpo. Conheça-o e deixe que a comida seja a sua medicina. "

(Artigo escrito por Shayna Dameron para a revista Saúde Actual)



______________________________ _____ ______________________________


" - Dicas simples para a saúde:


Exercício regular: Se tiver possibilidade efectue algum tipo de exercício ou treino cardio vascular 2 a 3 vezes por semana pois isso terá um efeito benéfico no seu bem estar. Caminhadas activas na praia e na natureza e a prática regular de Yoga são também excelentes formas de se exercítar. Existem muitas maneiras de o fazer, encontre aquela que mais aprecie, para que comece a fazer regularmente exercício.
Se for dificil arranjar tempo fazer exercício regularmente então tente ir fazendo algum exercício ao longo do dia.
Caminhe e ande mais de bicicleta em menos de automóvel, ande pelas escadas em vêz de usar elevador, quando estiver a pensar “preciso começar a fazer mais exercício” – não pense, faça. Faça algumas flexões no chão ou outros exercícios. Jogue á apanhada com as crianças, seja mais enérgico ao limpar a casa e aproveite algumas pausa durante o dia para fazer execícios simples como abdominais ou exercitar as pernas sentando-se e levantando-se, dê grandes caminhadas á noite ou de manhã antes de inciar as actividades do dia, leve a familia toda para fins de semana que incluam caminhadas, passeios de bicicleta, natação, etc.

Beba muita água:Escolha a água mais pura e vibrante que consiga encontrar. Não beba água da torneira. A água da torneira contém uma lista de agentes químicos que convém manter-se afastado. Comece todos os dias com um ou dois copos de água pura ou limpa e se possível morna (não fervida) e com algum sumo de limão para obter um efeito Alkalinizador. Após tantas horas a dormir o corpo necessita de ser hidratado e beber água ao acordar ajuda também o corpo a libertar-se das toxinas. Se costuma beber água da torneira e lhe for possível invista num bom filtro para limpar a água e depois pode re-mineraliza-la e pode ainda energizar e programá-la com uma intenção de cura e limpeza.

Durma o suficiente: A quantidade se sono necessária por pessoa varia de 6 a 9 horas diárias. Pessoas que meditam e têm alimentação com altos níveis de energéicos necessitam de menos horas. Acredita-se que as horas em que se descança mais a dormir são antes da meia noite, por isso se conseguir deitar-se cedo obterá mais descanso em menos horas e assim até terá mais tempo para fazer exercício e meditação de manhã ao acordar ou simplesmente apreciar ver o nascer do dia.

Meditação: Aprenda a fazer Meditação. Aprenda a acalmar a mente e observar os seus pensamentos e emoções. Pensar requer grandes quantidades de energia, especialmente as preocupações e os pensamentos negativos. Quando a mente está calma e as emoções em paz não se despende tanta energia e consegue-se passar o dia de forma mais harmoniosa. Descubra-se e conheça-se através da Meditação. Em vêz de procurar as respostas e esclarecimentos fora, contacte a sua verdadeira natureza e sabedoria interna para o ajudar. Promova a mudança apartir de dentro. “Conhece-te a ti mesmo e cura-te” Dr. Bach.

Escolha produtos Biológicos! Proveninetes de cultura local e da estação actual sempre que possível: Os Produtos Biológicos normalmente contêm muito mais Vitaminas e Minerais que os produtos não-Biológicos. E assim saberá que não está a ingerir nenhuns químicos perigosos, aditivos ou produtos geneticamente alterados. Tenha a certeza que está a dar ás suas crianças comida de qualidade. As crianças são mais sensíveis e esses aditivos químicos que os adultos.

Coma bastantes vegetais crus e fruta: A comida crua é como comida viva cheia de energia e nutrientes, quanto mais comida crua comer, mais força vital, minerais, vitaminas e fitonutrientes o corpo recebe. É recomendável que 1/3 do que comemos(30%) seja cru, mas se comer-mos mais que 1/3 cru, aumentaremos ainda mais o valor nutricional da nossa alimentação. Uma alimentação rica em fruta crua, vegetais crus e frutos secos está provado que melhora bastante a saúde e ajuda na cura de doenças crónicas como a diabetes, asma e cancro. Se na sua alimentação, consumir 50% de comida crua poderá sentir uma grande mudança positiva na sua energia, saúde e bem estar. A comida crua também ajuda a desintoxicar o corpo, fortalece o sistema imunitário e dá mais energia. A comida crua contém bastante água ao contrário da comida cozinhada, o que ajuda a hidratar o corpo com água boa e saudável.

Corte completamente ou reduza os consumos de açúcar e frutose: O açúcar é uma tentação, que pode ser evitada pois estamos muito melhor sem os perigos da sua utilização. Os açúcares incluíndo o castanho e o amarelo retiram ao corpo grandes quantidades de mineirais essenciais, por vezes também cria adição, perturba as células e stressa o sistema endócrino entre outras coisas.
A fructose é processada no fígado. Para simplificar a situação: Quando muita fructose entra no fígado, o fígado não a consegue processar suficientemente rápido para o corpo usar o seu açúcar. Em vêz disso começa a gerar gorduras da frotuse e começa a enviá-las para a corrente sanguínea, o que pode aumentar o risco de doênças cardiacas, ganho de peso (pois a frutose perturba o funcionamento do sistema sinalizador do apetite, e as hormonas de sinalização de apetite não são desactivadas e fica-se com a sensação de ainda não estar-se saciado o apetite) e aumenta o risco de resistencia de insultina e de Diabetes tipo 2.

Diminua ou páre completamente de ingerir comida embalada e processada. Comidas processadas são basicamente todas as comidas que estão embaladas, pão, massas, bolachas, gelados, molhos etc. Ascomidas processadas têm baixo valor nutricional com menos vitaminas, enzimas, minerais e fitonutrientes disponíveis. Por vezes contêm aditivos e quimicos que são prejudiciais para o corpo. Se quiser assegurar um melhor valor nutricional e que não ingere substancias prejudiciais o melhor é evitar todas as comidas processadas ou pelo menos consumir de origem biológica e aprenda a interpretar os rótulos das embalagens dos produtos, para detectar possíveis perigosas substancias e químicos – os fabricantes normalmente não alertam nos rótulos acerca da presença de substancias e químicos perigosos e como tal deve saber-se mais acerca desses ingredientes que contêm para estar alerta e poder escolher com segurança.

Seja grato. Lembre-se de ser grato. A gratidão expande a sua energia e ajuda a estar relaxado.

Coma 70%: Muitas doênças começam por que se come demais. Tente habituar-se e vá comendo 70% daquilo que lhe enche o estomago, significa para de comer antes de sentir que está cheio. Ao não encher ao máximo ajuda o corpo e não o faz passar pelos stresses de ter comido demais. Muitos estudos têm mostrado que comer menos é viver mais tempo. Procure mais a comida de qualidade e coma em menos quantidade em vêz do inverso que é muita quantidade e pouca qualidade.

Mastigue bem a comida: Existe um ditado que diz “somos aquilo que comemos”, mas então podemos dizer também que “somos aquilo que digerimos”. Se a digetão não estiver a funcionar bem não interessa quanta comida de qualidade se ingere pois também não será bem absorvida. A digestão começa na boca e é muito importante mastigar correctamente a comida. Para uma boa distestão também se necessita ter adequadas enzimas digestivas e boas bacteria no estomago (Probióticos). A maioria das pessoas que têm vindo a comer comida processada e a tomar antibióticos e medicamentos químicos beneficiam em fazer limpeza do colon e em tomar Probióticos e Enzimas digestivas para reajustar a saúde do aparelho digestivo. Para saber mais acerca da limpeza de Colon e outras limpezas consulte os nossos links em Desintoxicações e Limpezas, ou faça algumas pesquisas em locais fiáveis.

Use suplementos que sejam alimentos reais e superalimentos Biológicos em vêz de vitaminas sintéticas: Os superalimentos são alimentos muito ricos em vitaminas e minerais que são facilmente absorvidos pelo corpo ao contrário dos suplementos e vitaminas produzidos sinteticamente que ao fim de algum tempo podem ter o efeito oposto no corpo. Se necessita de tomar suplementos tenha a certeza de que está a tomar suplementos de alta qualidade, de marcas Biológicas que não produzem suplementos de forma sintética.

Receba Vitamina D suficiente: Desfrute entre 15 minutos a 1 hora de exposição á luz do sol numa base diária (pernas, braços e cara) e sem protector solar. (essencial para nutrir a energia, saúde mental, densidade dos ossos, produção de vitamina D, etc.)

Rir: A vida é curta demais para se viver sério. Não se leve a sério e dê muitas gargalhadas ao longo do dia. Os poderes de cura do riso por vezes são subestimados. Rir faz-nos sentir bem, cura, alivia dores, atenua o stress e a ansiedade, facilita o anti envelhecimento e a longevidade e muito mais. Para os adultos a históri é completamente diferente vão se esquecendo de rir. Um estudo sobre o riso mostrou: 64% das pessoas riem menos de 20 vezes em casa por dia e 72% riem menos de 20 vezes por dia no trabalho.

Visite médicos Naturopatas: Para receber diagnósticos do ponto de vista Holistico que procuram encontrar as causa dos seus problemas de saúde em vêz do que por vezes é feito na medicina tradicional, que é prescrever receitas de medicamentos para aliviar os sintomas e não para tratar a causa. Todas os problemas de saúde são sinais de que algo não está bem. Se ignorar-mos isto e tomar-mos medicamentos para os sintomas em vêz de tentar compreender o que está a causar-los e mudar-mos a situação para ajudar e curar o corpo, os sinais poderam voltar serem mais fortes, se não escutamos o que o corpo está a dizer ela vai ter de gritar.

Não use esteroides, ou outros suplementos questionáveis para ganhar massa muscular ou comprimidos de dieta, estimulantes ou queimadores de gordura. Em vêz disso procure suplementos que sejam alimentos como o Cânhamo para aumenta a ingestão de proteina. Aprenda como a nutrição o pode ajudar a recuperar a saúde e a mantê-la."


______________________________ _____ ______________________________


" - As doenças não ocorrem sem uma causa:

A Doença é definida como um défice de saúde. A doença resulta quando as células não está a cumprir a 100% a função a que estão destinadas, seja devido a traumatismos, toxicidade, falhas na sua interacção ou uma combinação destes.
A exposição do corpo seja por ignorancia ou preguiça a stress provoca-lhe estados de doença.
O Stress baixa-lhe a saúde e pode resultar em doenças, e então os nossos corpos acabam por pagar o preço de violar-mos a sua lei e as leis da natureza (pelos nossos actos errados,excessos ou sem cuidado).
- Não apanhamos uma doença, nós ganhamo-la pois algo fizemos para isso.
(http://www.shirleys-wellness-cafe.com/)
A causa por de trás de uma doença tem ser descoberta, removida ou tratada para a pessoa recuperar completamente dessa doença.
Os sintomas refletem a tentativa do corpo curar-se, mas não são a causa da doença. O objectivo de um tratamento não deve ser a supressão dos sintomas.

A eliminação dos sintomas não significa a eliminação da Doença. Na Medicina Alopatica, o sintoma é muitas vezes visto como sendo a doença real do paciente e o objectivo é travá-lo, diminuí-lo ou eliminá-lo. Isto muitas vezes é feito sem se procurar a causa desse sintoma e portanto não promove a cura mas sim a supressão do sintoma.

A Doença não ocorre sem uma causa e os sintomas (nausea, erupções na péle e dores de cabeça) não são a causa nem a doença. Os sintomas indicam que o corpo está com um desiquilibrio. A causa pode ter origem em muitos níveis, mas normalmente deve-se ao estilo de vida do paciente, dieta, hábitos ou estado emocional. Quando se trata só os sintomas as causas permanecem e o paciente pode até desenvolver uma condição crónica mais grave. Prevenir é a melhor cura. A saúde é reflexo do modo como escolhemos viver (Dr. Peter A. Martin, Doutor Naturopata).
Veja também estes videos:
- Entrevista histórica de Kevin Trudeau ao Dr. Leonard Coldwell parte 1
- Entrevista histórica de Kevin Trudeau ao Dr. Leonard Coldwell parte 2
- Entrevista histórica de Kevin Trudeau ao Dr. Leonard Coldwell parte 3

A medicina standard ocidental esforça-se por suprimir a resposta imunitária trabalhando contra o corpo. Se existir febre, baixa-a, se houver uma inflamação fornece esteroides para removê-la e se está presente uma bacteria ou um virus ou não sabe o que está errado, provencia uma dose de antibiótico. Esta forma de fazer as coisas pode ser muito eficaz a termo imediato e importante em situações que sejam perturbantes mas é muito perigosa a longo termo especialmente quando usada muitas vezes.
Porque, o que eventualmente acontece é que o sistema imunitário fica fraco, deficiente, inficaz ou demasiado reactivo e a doença fica escondida dentro do corpo, regressando mais tarde, mais forte e mais dificil de eliminar. Isto é como transaccionar uma doença pontual por uma cronica a longo termo, e é a razão por muitos de nós hoje em dia sofrer-mos de doenças crónicas.

Se lhe doer os dentes e lhe injectarem uma anestesia a dor passará mas não significa que o problema passou. Se usamos medicamentos para suprimir os sintomas então as forces vitais vão criar novos sintomas para compensar e mostrar que o desiquilibrio que ainda lá está. Se a força vital for forte o sintoma original poderá voltar de novo enquanto houver o problema. De outra forma poderá não se conseguir manifestar da mesma forma e criar um sintoma interno que poderá ser ainda pior.

(Selling Sickness: How the World's Biggest Pharmaceutical Companies Are Turning Us All in Patients
http://www.amazon.com/dp/156025856X/ref=nosim/?tag=shirlswellncafen)

Um exemplo são as erupções cutaneas que são curadas com Cortizona, as erupções e a comichões podem até desaparecer rapidamente, mas mais tarde o paciente começará a manifestar outros problemas no Fígado que lhe foram causado pela Cortizona. Os sintomas no Fígado são uma expressão a um nível mais profundo do desiquilibrio que foi a causa.
Muitas coisas podem ser suprimidas.
Para a Homeopatia as Vacinas e os Medicimentos Alopáticos são a maior fonte de supressão, mas também as ervas incorrectas, acunpuntura incorrecta, ou medicamentos Homeopáticos incorrectos podem agir como supressores.

A saúde não é uma falta de doenças… é o bem estar universal em todos os níveis – Físico, emocicional e mental.
A Naturopatia é uma abordagem distinta e natural á saúde e cura que reconhece a integridade geral da pessoa. Um praticante de cura Holistica não quererá suprimir os sintomas a não ser que o ache completamente necessário, porque esses sintomas são um sinal de que o sistema imunitário está a funcionar e a desempenhar a sua função. Sempre que possível a supressão dos sintromas é evitada, pois isso pode até interferir com o processo de cura. (Tolle Causam “Identify and Treat the Cause”=“Identifique e trate a causa”).
As curas Holísticas podem incluir mudanças na alimentação, vitaminas e suplementos para fornecer nutrientes extra ou que estejam em falta, ou ainda ervas medicinais ou Leite de Cardo (Milk Thistle ) para assistir o Fígado e limpar as toxinas do corpo."

(a fonte principal deste artigo foi http://www.shirleys-wellness-cafe.com/)
______________________________ _____ ______________________________


" - Dieta para Pacientes com Cancro:

Poderá uma dieta curar o cancro?
Se perguntar à maioria dos médicos da atualidade, nada pode curar o cancro. Eles tentarão extirpá-lo, queimá-lo e aniquilá-lo. Por vezes, conseguem com êxito abrandar temporariamente o inevitável. A razão pela qual nunca terão uma cura deve-se ao facto de que, enquanto a causa original não for removida, o problema estará sempre presente.
O stresse constitui uma importante causa para o cancro e deve ser reduzido e eliminado. Remover o stresse da vida quotidiana permite ao corpo fazer o que ele foi criado para fazer: ser saudável e livre de doenças. Onde entram as dietas em ação? Identificar áreas de stresse na sua vida constitui o primeiro passo para recuperar a sua saúde. A falta de prazer na vida, as questões monetárias, a preocupação e o medo criam stresse. Porém, o stresse mais comum no corpo resulta de se comer e abusar de alimentos prejudiciais.
O abuso de alguns alimentos é o fator mais comum que provoca stresse no organismo. As pesoas ingerem alimentos em quantidades que o seu organismo não consegue digerir, e comem em alturas que não deviam.
Antes de ver as minhas sugestões de dieta, peço que compreenda que a saúde começa com o que você elimina da sua dieta, e não com o que lhe acrescenta. O primeiro passo para a recuperação e a cura é remover da sua dieta os alimentos problemáticos. Depois pode substituí-los pelo alimento saudável que devia ingerir à partida.
O cancro só pode surgir e desenvolver-se num corpo com falta de oxigénio. Hoje em dia, o comum das pessoas, em especial alguém que sofra de cancro, padece de um grave caso de insuficiência em termos do débito de oxigénio. As seguintes dicas constituem uma exigência se quiser seriamente ultrapassar o cancro.


Primeiro iremos abordar o que devia eliminar da sua dieta:

1. Alimentos processados
Ingerir alimentos altamente processados impede o organismo de receber oxigénio. Cada garfada de comida saída de um pacote, vasilha, caixa, lata, garrafa ou saco está a contribuir para o cancro. Digo as todas as pessoas para terem precaução ao ingerir esses alimentos, em especial os alimentos sem prazo de validade. Os alimentos saudáveis estragam-se ao fim de algumas semanas, ou mesmo um mês. Mas se durarem muito mais, desconfie. O mais provável é serem alimentos muito processados e cheios de produtos químicos e outros fármacos destinados a prolongar a vida dos alimentos na prateleira ao mesmo tempo que encurtam a vida no seu organismo.

2. Novos Alimentos
Se não era comida há cem anos atrás, não considere que o é hoje. Os novos alimentos também contêm novos fármacos e produtos químicos em quantidades prejudiciais ao organismo. Os grandes negócios criaram muitos desses alimentos porque se preocupam mais com a carteira do que com a sua saúde.

3. Alimentos Mortos
Se deitar um alimento à terra e ele não crescer, não o consuma. Os alimentos que contêm enzimas são conhecidos como alimentos vivos por criarem e apoiarem a vida. Você pode deitar à terra as sementes desses alimentos, e obterá uma árvore ou planta a crescer. Os alimentos que não contêm enzimas são conhecidos como alimentos mortos que apoiam a morte. Sou professora no mais prestigiado instituto de saúde do mundo especializado na cura de pessoas com cancro: O Hippocrates Health Institute (HHI) em West Palm Beach, Florida. (Sugiro veementemente a todas as pessoas com diagnóstico de cancro ou outros desafios de saúde que se dirijam até lá. Refiram o meu nome para obter um desconto). No HHI, descobrem fatores essenciais para ajudar o organismo a curar-se do cancro. Duas das sugestões mais comuns são comer alimentos vivos com as enzimas intactas, e incluem uma dieta rica em alimentos verdes e com um elevado teor de clorofila. Tenha em mente que cozinhar destrói todas as enzimas dos alimentos, e uma pessoa que tenta curar-se do cancro devia consumir uma dieta viva de alimentos crus a 100%.

4. Açúcares
Os directores da HHI recomendam que todas as pessoas que se dedicam à cura do cancro evitem todos os açúcares, mesmo so açúcares encontrados nos frutos. A maioria das pessoas devem ter a noção de que os açúcares processados não são saudáveis, mas há falta de conhecimento no que diz respeito aos açúcares naturais, como os que podem ser encontrados na fruta.
Independentemente do tipo de açúcar consumido, o açúcar a mais pode causar problemas. Leva à fermentação no organismo, o que alimenta e fomenta o crescimento de fungos e bactérias negativas. Comer demasiados alimentos doces provoca prisão de ventre e gases, e esses gases podem entrar na corrente sanguínea. É aí que tem origem a maioria das doenças – da candidíase ao cancro e todas as outras doenças intermédias. Se quiser ser saudáver, deve aprender a reduzir os alimentos açucarados e com fermento.


Três coisas a comsumir se quiser ultrapassar o cancro:

1. Ingerir alimentos de alta qualidade.
Se tiver cancro deve tratar o seu organismo da melhor maneira. Isso significa consumir apenas alimentos crus, maduros, frescos, orgânicos e vivos. Uma vez curado, pode reduzir 80% dos alimentos que correspondem a esses critérios, mas 100% ainda é melhor.
A parte principal da sua dieta deve ser composta por vegetais e rebentos crus, como os vegetais de folhas verdes, a erva de trigo, as algas, os vegetais do mar e os rebentos de girassol. A razão pela qual esses alimentos verdes são tão benéficos é o facto de conterem clorofila, o sangue das plantas.
A clorofila é o pigmento que confere às árvores, ervas e arbustos a sua cor verde característica. O mais importante é que a clorofila permite às plantas converter a energia do Sol em nutrientes que podem ser utilizados por organismos vivos. A clorofila é semelhante à hemoglobina no sangue humano. Os sumos de plantas ricos em clorofila fornecem minerais, vitaminas e minerais ricos oriundos da terra e proteínas da clorofila à sua dieta, além de conterem oxigénio.
Os alimentos ricos em clorofila incluem a erva de trigo, que é usada em spas de saúde em todo o mundo para tratar o cancro e outras doenças letais, e algas marinhas de diversas formas comestíveis.
Os alimentos a que devia dar mais realce na sua dieta são os vegetais frescos (os vegetais verdes são os melhores, mas também há outros que são úteis), os frutos não-doces como os pepinos, as beringelas, o pimentão e a abóbora são tecnicamente considerados frutos por não terem sementes. Sendo frutos não-doces, constituem deliciosas adições à dieta.
Além disso, a sua dieta devia ser composta por bagas e sementes. Pôr bagas e sementes de molho entre 6 a 12 horas liberta enzimas, o que proporciona uma digestão mais fácil. É muito fácil consumir bagas em excesso, por isso seja prudente.
Os cereais integrais e legumes podem ser ingeridos, mas é melhor comer cereais germinados, de maneira a serem mais fáceis de digerir. Os cereais menos saudáveis são a aveia, a espelta, o arroz basmati, o arroz branco, o trigo e o milho. Os cereais mais saudáveis são: o millet, a quinoa, o amaranto, o painço e o trigo mourisco (com casca).
De todos os alimentos bons para consumo referidos, os vegetais marinhos e os rebentos são os mais benéficos. Estes constituem a vegetação terrestre e marinha de maior qualidade para os nossos nutrientes. Alguns vegetais marinhos populares são a alaria, o arame, o dulse, o hijiki e o nori.
Alimento germinado é qualquer tipo de semente, baga, cereal ou feijão que foi demolhado em água, exposto ao ar e à luz solar indireta e, se tiver sido lavado diariamente, começou a formar uma nova planta, começando pelo gérmen. Alguns exemplos incluem: rebentos de amêndoa, rebentos de trigo mourisco, rebentos de girassol e rebentos de feijão mung. Os alimentos germinados constituem uma das melhores formas de alimento que pode ingerir. São muito úteis para a criação de novas células e fornecem oxigénio às células. Os rebentos verdes contêm um teor de clorofila muito elevado.

2. Comer nas alturas certas.
Acabo de escrever um novo livro chamado The Daylight Diet / A Dieta da Luz do Dia. O argumento central da obra é compreender que fomos feitos para funcionar a tempo e horas se quisermos ser saudáveis!
Nós dispomos de todas as ferramentas de que necessitamos e de toda a inteligência para conhecer o melhor horário para gozar de uma vida saudável, longa e satisfatória. Apesar das muitas ideias e conceitos a respeito da nutrição e de que alimentos são mais nutritivos para o corpo humano, a maioria das pessoas não tem em conta as alturas para se alimentar de maneira a ter a melhor digestão.
Nós fomos feitos para ingerir certos alimentos, e a certas alturas do dia. Da mesma forma que seria prejudicial pôr água no seu depósito do automóvel, os alimentos prejudiciais fazem mal ao seu organismo. Um carro foi feito para consumir um certo tipo de combustível, e o mesmo acontece com o seu organismo. No entanto, qualquer que seja a hora do dia a que põe combustível no depósito, não faz diferença. A altura em que introduz combustível no seu corpo, porém, faz uma grande diferença.
Foi o nosso Criador que separou a água salgada da terra fresca que secou, aí plantando um jardim. Ele criou animais e peixes antes de criar um único ser humano. Ele proporcionou o que nós precisávamos antes até de nos criar. Se Ele criou o nosso corpo e conhece cada cabelo das nossas cabeças, tenho a certeza que sabe o que devemos comer e quando devemos comer.
Ele criou os céus e a Terra, incluindo os seres humanos, o alimento, o Sol, e a Lua. O Sol e a Lua estabeleceram o calendário que fomos criados para seguir.
A informação que partilho neste livro só pode conduzir a uma vida saudável se pararmos de olhar para o calendário e o relógio humano, e basearmos o nosso tempo no Sol e na Lua dia após dia.
Quando o Sol nasce, coma à sua vontade; quando ele se põe, pare. Não posso dar conselho mais simples do que este! Coma as suas refeições enquanto houver Sol e estiver de dia. Mas quando fizer escuro e a Lua estiver no céu, deve pôr termo às suas refeições. Essa é a regra número um da Dieta da Luz do Dia. Se se ativer a esta princípio importante, verá resultados excelentes na sua saúde, no seu energia, no seu sono, em todo o seu ser, já que foi dessa forma que fomos criados para comer. A noite é para repousar e para dormir.
Não coma tarde. Terá um sono melhor, uma melhor digestão, abrandará o processo de envelhecimento, terá mais energia e sentir-se-á maravilhosamente. Basta parar de comer tarde, especialmente quando estiver de noite, e experienciar por si mesmo os excelentes resultados.
Pôr em prática a temperança na alimentação rejuvenescerá todo o seu organismo e libertá-lo-á da maioria dos problemas de saúde. O seu objetivo deve ser reduzir o número de refeições e diminuir a quantidade de comida que ingere nessas refeições, fazendo questão de consumir os alimentos de maior qualidade.
A verdadeira chave para o sucesso é evitar comer à noite, e ir dormir de barriga vazia. A comida não devia ser uma luta diária. Posso atestar que talvez não seja fácil no início, mas para ser verdadeiramente bem sucedido, terá de mudar a sua maneira de pensar a par da sua dieta.

3. Comer da maneira certa
Ao comer, o facto de estar num ambiente descontraído é muito importante. Nunca é saudável comer quando está sob stresse, por melhor que seja a comida. Além disso, a quantidade de comida, o número de refeições, a qualidade dos alimentos e as vezes que come, tudo isso afeta a digestão, mas há mais coisas que precisam de ser feitas para manter o corpo saudável.
Depois de engolirmos, os alimentos ingeridos ficam mais ou menos fora de controlo. Antes disso, porém, temos o controlo total: A mastigação adequada e a associação de alimentos podem impedir muitos problemas digestivos.
A digestão começa na boca. A saliva contém um enzima que ajuda a processar a comida e acelera a digestão. Mastigar ajuda o organismo a extrair mais facilmente os nutrientes da comida e reduz o rabalho que o sistema digestivo precisa de fazer. Quanto menos trabalho tiver de ser feito pelo aparelho digestivo, maior será a sua eficácia. Quando não mastigamos bem os alimentos, eles podem fermentar no nosso sistema digestivo. Quanto mais a comida for mastigada, mais fácil é a sua digestão, e mais saudável ela é para o organismo. Até os alimentos crus podem causar problemas se não forem devidamente mastigados.


Associação de alimentos:
Os tipos de alimentos que comemos em conjunto, ou seja, a associação de alimentos, desempenha um importante papel na boa digestão. Comer os alimentos errados em conjunto ou na ordem errada pode reduzir a nossa energia e provocar fermentação e putrefação no sistema digestivo.
A associação de alimentos permite uma digestão mais fácil e um mínimo de conflitos digestivos. Funciona da seguinte forma: cada alimento leva um certo tempo a digerir. Comer alimentos semelhantes com tempos de digestão semelhantes ajuda o organismo a digerir mais facilmente as refeições; diz-se que esses alimentos combinam bem. Por exemplo, a melancia demora cerca de uma hora a digerir; as amêndoas podem levar até cinco horas. Assim, comer melão e amêndoas à mesma refeição não é boa ideia, por isso trata-se do que é conhecido como uma má associação. Comer demasiadas refeições dessas pode causar prisão-de-ventre, arrotos e gases, o que pode conduzir a questões mais graves.


Pensamento final:
O corpo humano é incrível quando o tratamos da forma que devemos. Nós fomos criados para comer certos tipos de alimentos, frutos e legumes, bagas e sementes orgânicos crus e frescos para manter o nosso sistema digestivo limpo e a funcionar. A saúde só vem quando temos uma boa digestão, e essa boa digestão resulta apenas de comermos bem e de uma maneira saudável.

(Artigo escrito por Paul Nison, Autor/Orador e Chef de Comida Crua. www.PaulNison.com- Website official do Autor Paul Nison)

______________________________ _____ ______________________________


" - Germinados

Como Germinar?
Os germinados que são mais fáceis de germinar são a alfalfa, lentilhas, feijão mung, trigo, ervilhas, kamut, feno-grego, rabanetes.
O melhor será comprar sementes de uma marca que venda especialmente sementes biológicas para geminar. Se comprar 5 a 10 diferentes tipos de sementes em pacotes pequenos, terá a possibilidade de experimentar varias sementes diferentes em simultâneo.
Vai precisar de encontrar uma maneira de germinar as sementes e de alguns utensílios. Dependendo do tipo de sementes, vai precisar de diferentes utensílios para as germinar, porn exemplo uma jarra, tabuleiro ou uma germinadora automática.

1º- Demolhar as Sementes - Demolhar em água pura de acordo com a tabela de germinados abaixo. Adicionar uma colher de chá de fertilizante de Kelp ou sal marinho para mais micro minerais e nutrientes.
2º- Lavar as Sementes - Se não usa uma germinadora automática, precisa lavar os germinados 2 a 3 vezes por dia durante pelo menos 30 segundos e não mais que 12 horas de intervalo. Os germinados vão precisar ser lavados mais frequentemente quando está calor
3º- Dar luz - Os germinados verdes em tabuleiros precisam de luz do dia, mas deve-se evitar a luz do sol directamente porque esta pode aquecer os germinados de mais.
4º- Colhêr - Com germinados numa jarra só precisa entornar a jarra e tirar os germinados. Com um tabuleiro, depende de quais sementes está a germinar, pode usar uma tesoura ou simplesmente ao mesmo tempo tirar suavemente todos os germinados em conjunto.
5º- Guardar - Quando estão prontos, guarde os germinados no frigorífico, numa jarra apropriada ou na germinadora. Um saco plástico ou “ tupperware ” também é possível mas as plantas vivas não gostam de ficar sem ar. Germinados de legumes e feijões aguentam 10 a 21 dias no frigorífico. Outros germinados verdes (erva de trigo, trigo-sarraceno, girassol) ordinariamente aguentam 7 a 14 dias depende de tempo e da variedade de semente.
NOTA:Não precisa demolhar trigo-sarraceno descascado ou sementes como linhaça e chia, essas só precisa lavar bem num coador.


Como usar Germinados:
- Comer frescos e crus como um snack ou em saladas - Em salada de batatas (mung, lentilhas) - Em “wraps” e crepes (alfalfa, girassol, rabanetes) - “Stir-fry” com outros vegetais (alfalfa, rabanetes, mung, lentilhas e feijões) - Misturado em sumos e batidos verdes (couve, mung, feijão, lentilhas) - Misturado com queijo fresco para fazer um molho (mung, grão) - Usar em patés para sanduíches (lentilhas, rabanetes) - Em cima de sopas e em caçarola (mung, lentilhas) - Adicionar em misturas para fazer panquecas (trigo sarraceno) - Em cima de omelete (alfalfa, rabanete) - Em pratos de arroz (feno-grego, lentilhas, mung, feijão) - Em sushi (rabanete, girasol) - Fritar com cebola (mung, grão, rabanete) - Misturar em purés de feijão e lentilhas (mung, lentilhas) - Cozinha em vapor com azeite e shoyu (mung, feijão, grão, lentilhas)

tabela de germinados

NOTA: Quando germinar Alfalfa, deixe os rebentos apanharem luz solar nos últimos dias para desenvolverem clorofila, aumentará assim o valor nutricional e energético dos rebentos.

(para obter receitas com germinados clique aqui ou consulte a nossa secção de receitas) "
______________________________ _____ ______________________________


" - Alguns Livros recomendados:


Livro: The Sunfood Diet Success System - 7th Edition - David Wolfe

Livro: The Food revolution – Tim Robbins

Livro: Living Foods For Optimum Health - Brian Clement

Livro: Book: Spiritual Nutrition: Six Foundations for Spiritual Life - Gabriel Cousens

Livro: Baby Greens - Michaela Lynn

Livro: Superfoods: The Food and Medicine of the Future - David Wolfe

Livro: The rainbow diet - Dr Gabriel Cousens
"
______________________________ _____ ______________________________





Nesta página teremos disponíveis brevemente mais informações úteis acerca de nutrição e saúde, de Superalimentos, acerca dos nossos produtos e também pesquisas e outras informações de interesse relacionadas com alimentação saudável.
Até breve.

Nota: As informações e descrições de produtos e suas propriedades contidas neste site não foram submetidas, avaliadas ou controladas pelas autoridades medicas ou alimentares / EFSA (autoridade Europeia de segurança alimentar). De acordo com a lei em vigor os produtos naturais e alimentos ainda não estão previstos na cura, diagnóstico e prevenção de doenças. Se tiver a ser medicado é aconselhável consultar o seu médico ou terapeuta para mais informações acerca de possíveis interações com os seus medicamentos.

   

Procurar:  
  Síntese/Mini Catálogo
  Catálogo
  Preçário

Encomendar


Consulte a Newsletter

"Saiba mais acerca dos próximos workshops/eventos
da BioSamara e Shiny Happy People"


BioSamara Iberia
Rua dos Combatentes da 1ª Grande Guerra, nº 9, 1º - Almoçageme - 2705-030 Colares (zona das praias de Sintra) • Tel: +351 219 292 161 / 915 111 103 / 965 611 503 E-mail: info@biosamara.pt